Catarata

A cirurgia de catarata ou facectomia é a remoção da lente natural do olho (cristalino) que tornou-se opaco, referenciado como catarata.
Com o passar dos anos e devido as variações metabólicas das fibras do cristalino induzidas principalmente pela radiação ultravioleta (UV), essa lente natural perde a transparência, ficando opaca, amarelada. Isso é o que é chamado de catarata. A perda de transparência do cristalino causa diminuição da acuidade visual.
Na cirurgia de catarata pela técnica de facoemulsificação, realiza-se uma pequena incisão na córnea, de cerca de 2.2mm, onde é fragmentado e aspirado o cristalino opaco. Durante a cirurgia a lente natural é removida e substituida por uma lente sintética, chamada lente intraocular, sendo assim recuperada a transparência.
Com isso, nessa técnica moderna da cirurgia de catarata, como a abertura no olho é menor, a inflamação no pós operatório também é menor, os risco são menores, a necessidade de fazer sutura (dar pontos) é menor ou mesmo inexistente. Esta técnica permite uma recuperação visual mais rápida e um período pós-operatório mais curto, quando comparada a técnica anterior (facectomia extra-capsular), e isso contribuiu muito para o sucesso da cirurgia de catarata.
As complicações são poucas e quando ocorrem são em geral transitórias. É fundamental seguir cuidadosamente a rotina de exames pré e pós-operatórios e todas as indicações médicas.

 

Leia também: Cirurgia de Catarata, Catarata

IORJ


Lembre-se: O médico oftalmologista é o único profissional capacitado para realizar o diagnóstico preciso e indicar o tratamento mais adequado para cada caso. Portanto, não pratique a auto-medicação e procure sempre o seu médico.