O que é pupila ?

O que é pupila?

Pupila (termo oriundo do latim, pupilla – menininha), ou Menina dos olhos, é a parte do olho, como um orifício de diâmetro regulável, que está situada entre a córnea e o cristalino, e no centro da íris, responsável pela passagem da luz do meio exterior até os órgãos sensoriais da retina. Localiza-se na parte média do olho, ou úvea e tem por função regular a quantidade de luz que passa para a retina.

 

View Video

 

O que é dilatação da pupila?

 

View Video

 

Basicamente o médico oftalmologista pode dilatar sua pupila por 2 motivos:

 

1) Examinar o Fundo do Olho (Mapeamento de Retina), ou seja, sua retina, vasos e nervo óptico e verificar a presença de catarata.

2) Verificar seu grau sem a interferência da acomodação, que é o ajuste involuntário dos músculos intraoculares. O exame de refração com a dilatação da pupila deve ser SEMPRE feito em indivíduos jovens (crianças, adolescentes e adultos jovens), em portadores de estrabismo e em alguns outros casos.

 

Os colírios usados para dilatar a pupila dificultam a visão de perto e seu efeito dura entre 2 e 4 horas mas raros casos podem permanecer por até 24 horas.

 

Importante: Sempre leve seu óculos antigo e, de preferência, a receita antiga se você tiver. É importante para o seu medico oftalmologista comparar a receita nova com a anterior.

 

Este artigo visa informar o público e não substitui avaliação por médico oftalmologista, que é o único profissional capacitado para realizar o diagnóstico preciso e indicar o tratamento mais adequado para cada caso. Portanto, não pratique a auto-medicação e procure sempre o seu médico

Dr. Gustavo Bonfadini

Doutor em Oftalmologia e Ciências Visuais pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), realizou especialização de 3 anos em Oftalmologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Residência Médica em Oftalmologia pela Secretaria Municipal de Saúde – RJ. É especialista em Cirurgia de Catarata e Transplante de Córnea pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Fez Post-doctoral Research Fellowship em Catarata, Córnea e Cirurgia Refrativa pela Johns Hopkins University – Estados Unidos. Chefe do Setor de Córnea e Cirurgia Refrativa do Instituto de Oftalmologia do Rio de Janeiro – IORJ, atua nas áreas clínica e cirúrgica da oftalmologia geral, transplante de córnea, síndrome do olho seco, ceratocone, distrofia de Fuchs, conjuntivite, cirurgia a laser, lentes intra-oculares, cristalino e catarata.


Lembre-se: O médico oftalmologista é o único profissional capacitado para realizar o diagnóstico preciso e indicar o tratamento mais adequado para cada caso. Portanto, não pratique a auto-medicação e procure sempre o seu médico.