Projeto F123 Acessibilidade digital para deficientes visuais

PROJETO F123 ACESSIBILIDADE DIGITAL PARA DEFICIENTES VISUAIS

 

“Para grande parte da população a tecnologia facilita.

Para pessoas com deficiência visual, a tecnologia possibilita.”

 

Totalmente desenvolvido no Brasil e tendo como base softwares de código aberto, o Projeto F123 – visite o website – é um programa de baixo custo e alta eficiência, que permite aos deficientes visuais usufruírem de computadores convencionais.

O software cria uma interface bastante acessível para que o usuário com baixa visão trabalhe com documentos e planilhas eletrônicas, navegue na internet e responda a e-mails e mensagens instantâneas em qualquer computador.

Mesmo sem ter a mesma eficácia do F123, muitos programas similares chegam a custar R$ 4.500,00, ficando restritos a uma minoria de usuários. Este valor é inviável tanto para usuários e ONGs quanto para empresas interessadas em contratar deficientes visuais. Sabendo do papel social de seu produto, a F123 disponibiliza o software gratuitamente, buscando reverter esse quadro que compromete a inserção dos deficientes no mercado de trabalho. Há também uma versão paga, de R$ 250,00 reais, que oferece apoio técnico, atualizações automáticas e cursos de capacitação online.

Assim, Organizações e indivíduos interessados em ajudar a pessoas com deficiência podem concentrar seus recursos e energias em reabilitação, capacitação e diversas outras áreas, já que o alto custo do softwaredeixou de ser um obstáculo. Atualmente, o programa está disponível em inglês, espanhol e português.

A iniciativa já recebeu diversos prêmios nacionais e internacionais, incluindo o “A World of Solutions”, concedido pelo BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento.

Lembre-se: Este artigo visa informar o público e não substitui avaliação por médico oftalmologista, que é o único profissional capacitado para realizar o diagnóstico preciso e indicar o tratamento mais adequado para cada caso. Portanto, não pratique a auto-medicação e procure sempre o seu médico

O Instituto de Oftalmologia do Rio de Janeiro – IORJ, estimula, participa e ajuda a divulgar vários projetos de saúde ocular.

Dr. Gustavo Bonfadini

Doutor em Oftalmologia e Ciências Visuais pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), realizou especialização de 3 anos em Oftalmologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Residência Médica em Oftalmologia pela Secretaria Municipal de Saúde – RJ. É especialista em Cirurgia de Catarata e Transplante de Córnea pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Fez Post-doctoral Research Fellowship em Catarata, Córnea e Cirurgia Refrativa pela Johns Hopkins University – Estados Unidos. Chefe do Setor de Córnea e Cirurgia Refrativa do Instituto de Oftalmologia do Rio de Janeiro – IORJ, atua nas áreas clínica e cirúrgica da oftalmologia geral, transplante de córnea, síndrome do olho seco, ceratocone, distrofia de Fuchs, conjuntivite, cirurgia a laser, lentes intra-oculares, cristalino e catarata.


Lembre-se: O médico oftalmologista é o único profissional capacitado para realizar o diagnóstico preciso e indicar o tratamento mais adequado para cada caso. Portanto, não pratique a auto-medicação e procure sempre o seu médico.