Terçol

Captura de Tela 2014-06-26 às 22.50.50

 

O que é terçol?

O terçol ou hordéolo é provocado pela inflamação das glândulas Zeis e Mol. A lesão se instala mais na borda da pálpebra, perto dos cílios, e vem acompanhada dos  sinais típicos de infecção provocada por bactérias: dor, vermelhidão e calor.

Apesar de ser uma infecção causada por uma bactéria existe correlação com o tipo de pele e blefarite.

 

View Video

 

Quais são os sintomas do terçol?

Inicia-se como um pequeno carocinho, o qual apresenta vermelhidão na pálpebra e pode ficar um pouco dolorido. Geralmente o terçol forma um pequeno nódulo com inchaço palpebral. O ponto, quando interno só é visto se virarmos a pálpebra. Essa bolinha que nada mais é que uma glândula que se enche de pus e às vezes se rompe, aliviando parcialmente a dor.

 

O que devemos fazer em caso de terçol?

Nunca devemos espremer um terçol!!! Além de doer poderemos piorar o problema. Procure um médico oftalmologista para uma avaliação criteriosa e descartar algo mais grave. Caso seja confirmado o diagnóstico pelo médico pode-se aplicar uma compressa morna sobre o olho afetado por aproximadamente 15 minutos, quatro vezes ao dia, para ajudar a aliviar a dor. Seu médico poderá receitar um antibiótico e antiinflamatóriotópico para minimizar o desconforto e a infecção.

 

Untitled1

 

Qual a evolução do terçol?

Normalmente é de resolução espontânea tendo evolução benigna. No caso de se tornar crônico evolui, sem sinais de inflamação podendo deixar um nódulo indolor na pálpebra chamado calázio.

 

Saiba mais sobre: Abrasão de córnea.

Saiba mais sobre: Calázio.

 

Lembre-se: Este artigo visa informar o público e não substitui avaliação por médico oftalmologista, que é o único profissional capacitado para realizar o diagnóstico preciso e indicar o tratamento mais adequado para cada caso. Portanto, não pratique a auto-medicação e procure sempre o seu médico.

 

O Instituto de Oftalmologia do Rio de Janeiro – IORJ ®, possui equipe médica especializada, com experiência no diagnóstico e tratamento das Emergências Oftalmológicas.

 

Agende sua consulta. 

Dr. Gustavo Bonfadini

Doutor em Oftalmologia e Ciências Visuais pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), realizou especialização de 3 anos em Oftalmologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Residência Médica em Oftalmologia pela Secretaria Municipal de Saúde – RJ. É especialista em Cirurgia de Catarata e Transplante de Córnea pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Fez Post-doctoral Research Fellowship em Catarata, Córnea e Cirurgia Refrativa pela Johns Hopkins University – Estados Unidos. Chefe do Setor de Córnea e Cirurgia Refrativa do Instituto de Oftalmologia do Rio de Janeiro – IORJ, atua nas áreas clínica e cirúrgica da oftalmologia geral, transplante de córnea, síndrome do olho seco, ceratocone, distrofia de Fuchs, conjuntivite, cirurgia a laser, lentes intra-oculares, cristalino e catarata.


Lembre-se: O médico oftalmologista é o único profissional capacitado para realizar o diagnóstico preciso e indicar o tratamento mais adequado para cada caso. Portanto, não pratique a auto-medicação e procure sempre o seu médico.