Estrabismo

//Estrabismo

Estrabismo

2014-10-21T18:18:52+00:00

O estrabismo ocorre quando os olhos estão desalinhados (perda de paralelismo), ou seja, posicionados em direções diferentes. O desalinhamento pode ser constante ou aparecer em determinados momentos. Um dos olhos pode estar na posição correta, enquanto outro pode estar desviado para dentro, para fora, para cima ou para baixo.
Nesta situação, como cada olho fixa um ponto, e como as imagens enviadas ao cérebro são diferentes, torna-se impossível ao cérebro juntá-las. Como defesa, para evitar a ocorrência de visão dupla (diplopia), o cérebro anula a imagem do olho desviado, que se torna preguiçoso ou amblíope, tendo como consequência seu desenvolvimento comprometido.
O estrabismo é uma alteração mais comum em crianças, na proporção de 4%, mas pode ocorrer também em adultos. A causa exata do desalinhamento ocular que leva ao estrabismo não é completamente conhecida. O estrabismo é especialmente comum no meio de crianças com doenças que afetam o cérebro, como Paralisia cerebral; Síndrome de Down e Hidrocefalia.
Os primeiros sinais da doença podem aparecem nos primeiros meses da criança. É normal os olhos de bebês de até quatro meses de vida virarem para lados contrários. Depois disso, a falta de coordenação ocular caracteriza o estrabismo. Os sintomas também aparecem em crianças de 2 a 8 anos. Nessa faixa de idade, é sinal de fraqueza nos músculos oculares.

A cirurgia do estrabismo é feita através da abertura da membrana que cobre o olho denominada conjuntiva, permitindo o acesso aos músculos localizados abaixo dela. Os músculos que serão operados dependerão do tipo do estrabismo de cada paciente. Em alguns casos mais de uma cirurgia poderá ser recomendada. Quando a cirurgia é realizada em crianças, é necessária anestesia geral. Para os adultos a anestesia local é utilizada de forma mais frequente. O tempo de recuperação é rápido. Em poucos dias os pacientes estão aptos a reiniciar suas atividades habituais. Após a cirurgia, óculos ou prismas poderão ser recomendados. Na grande maioria dos casos, a cirurgia do estrabismo é um tratamento seguro e efetivo para o problema.

Sobre o Autor:

x

Emergência oftalmológica 24h

IORJ unidade Tijuca